Associação dos Municípios dos Campos Gerais

AMCG Esporte AMCG Campos Gerais AMCG Cultura AMCG Damas AMCG Meio Ambiente
Buscar

Notícias

CimSaúde amplia Redes de Atenção à Saúde

treinamento Redes

O Consórcio Intermunicipal de Saúde dos Campos Gerais (CimSaúde) dará início nos próximos dias ao atendimento de pacientes que se enquadrem nos modelos de novas Redes de Atenção Prioritárias de Saúde. A partir desta quinta-feira, dia 9 de agosto, o Consórcio dará início à Rede de Atenção Integral à Saúde Mental, e na próxima semana, a partir do dia 13, serão atendidos pacientes pela Rede de Atenção Integral à Saúde do Idoso (Raisi). Também na próxima semana, a partir do dia 15 de agosto, terá início à Rede de Saúde da Criança.

O CimSaúde já conta com outras Redes implantadas, como a Rede MACC, que segue o Modelo de Atenção às Condições Crônicas, a Mãe Paranaense e a Materno Infantil. “Estamos vislumbrando a necessidade de ampliação para melhor atender os municípios consorciados”, explica a diretora executiva do Consórcio, Pâmela Costa, explicando que com estas Redes funcionando corretamente, o CimSaúde já conta com experiência e expertise para ampliação no atendimento. O Consórcio é a referência para os atendimentos nos 20 municípios que compõe a 3ᵃ e a 21ᵃ Regionais de Saúde.

A Rede de Saúde Mental deve iniciar atendimento com pacientes dos municípios de Palmeira, São João do Triunfo, Ipiranga e Castro. A Rede do Idoso inicia atendimentos para pacientes dos municípios de Castro e Palmeira. Já a da criança atenderá Castro, Palmeira, Jaguariaíva, Sengés e São João do Triunfo. A diretora executiva do Consórcio explica que os municípios atendidos dependem do trabalho realizado na Atenção Primária dos municípios. “Atuamos com aqueles que contam com Unidades Seladas (Selos Bronze, Prata, Ouro e Diamante), ou em processo de tutoria. São aquelas que já avançaram nos processos de estratificação dos pacientes”, esclarece, falando dos processos da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).

A Sesa realiza este trabalho na Atenção Primária por meio do programa de Tutoria, que busca apoiar os municípios no fortalecimento e qualificação dos serviços de saúde. Para receber a certificação, as unidades devem cumprir uma série de ações que comprovem o compromisso de investir na melhoria da qualidade das atividades desenvolvidas. O programa já tem adesão de 357 municípios paranaenses e 1.067 unidades de saúde em processo de tutoria. Os selos são entregues às unidades que alcançam as metas de qualidade e excelência pré-determinadas.

Devido a esta ligação dos trabalhos, da atenção primária (Unidades Básicas de Saúde) e secundária (CimSaúde), Pâmela ressalta a importância do trabalho em conjunto para que a “engrenagem continue funcionando”. “É muito importante o diálogo entre os entes que atuam na saúde pública”, destaca.

Redes de Saúde

O trabalho das Redes de Atenção à Saúde (RAS) envolve uma série de profissionais. Elas visam garantir a integralidade do cuidado dos pacientes. Para o Ministério da Saúde, a implementação das RAS aponta para uma maior eficácia na produção de saúde, melhoria na eficiência da gestão do sistema de saúde no espaço regional, e contribui para o avanço do processo de efetivação do SUS.

Para o início da Rede de Saúde do Idoso, equipe do CimSaúde esteve em treinamento no município de Guarapuava. Estiveram presentes integrantes das Regionais, além dos profissionais das novas Redes. Além disso, nesta terça-feira o Consórcio participou da Oficina de Capacitação da Saúde do Idoso, com o geriatra e professor Edgar Nunes de Moraes. “Além da apresentação das redes, falamos sobre os instrumentos a serem utilizados pelos profissionais no atendimento aos usuários”, finalizou a diretora executiva.