Associação dos Municípios dos Campos Gerais

AMCG Esporte AMCG Campos Gerais AMCG Cultura AMCG Damas AMCG Meio Ambiente
Buscar

Notícias

Municípios da AMCG contam com assessoria gratuita

Gestores dos municípios dos Campos Gerais tiveram nesta segunda e terça-feira capacitação do Programa de Educação Continuada. A proposta é da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e conta com o patrocínio da Itaipu Binacional. Na região, o evento contou com a parceria da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) e do Sesi, onde ocorreu o treinamento. “É um projeto pioneiro no Brasil, que oferece assessoria técnica gratuita para os municípios”, conta o arquiteto e urbanista Tiago Lippold Radünz, um dos profissionais que está prestando assessoria.

Conforme Radünz, o treinamento realizado em Ponta Grossa abrange um total de dez que estão sendo ministrados nas regionais do Estado, e seguem até o final de novembro. “Estamos trabalhando com quatro eixos”, destaca, citando a prestação de contas dos recursos da educação, o Plano de Carreira do magistério, o financiamento da educação municipal e o Plano de Ações Articuladas (PAR).

Durante os treinamentos uma das questões que geram mais dúvidas ente os gestores está relacionada ao bloqueio do PAR. “Quando demos início 257, dos 399, municípios do Paraná estavam com o PAR bloqueado”, lembra, dizendo que a meta é chegar em maio, quando finaliza o Programa de Educação Continuada, com 184 desbloqueios. “Desde que iniciamos já diminuímos para 204”, exulta.

Apesar do alto número, Radünz conta que o Paraná é o 5º estado com mais municípios desbloqueados em todo o Brasil. O PAR bloqueado faz com que as Prefeituras não consigam solicitar novas verbas voluntárias federais. Na região dos Campos Gerais são 10 os municípios que ainda não conseguiram o desbloqueio. Conforme o profissional, o bloqueio provém de alguns problemas no acompanhamento e monitoramento do Plano. “Mas o maior entrave é na parte de engenharia dos municípios”, diz, citando a falta de profissionais. Com o desbloqueio do PAR, a AMP pretende tornar o Paraná referência. “Queremos que nossos municípios aumentem a captação de recursos federais”, aponta.

Conforme o advogado e pedagogo José Dorival Perez são diversas as alterações propostas para a educação e que estão sendo repassadas aos municípios por meio do Programa de Educação Continuada. As capacitações das equipes municipais, a alteração nos planos de carreira, entre diversas outras. “Cada vez mais aumentam e irão aumentar as obrigações dos municípios”, avalia.