Associação dos Municípios dos Campos Gerais

AMCG Esporte AMCG Campos Gerais AMCG Cultura AMCG Damas AMCG Meio Ambiente
Buscar

Notícias

Prefeitos recebem minuta de contrato do CimSamu

contrato

Mais um passo para a implantação do Consórcio Intermunicipal que irá gerir o Serviço e Urgência e Emergência na Região, o CimSamu, foi dado na manhã desta sexta-feira, em reunião da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) e do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CimSaúde). Agora já são 21 Prefeituras que pretendem aderir ao CimSamu – 20 com Protocolo de Intenções já assinado – e devem levar a minuta de contrato recebida hoje para aprovação em suas Câmaras Municipais.

28 municípios das 3ª, 4ª e 21ª Regional de Saúde do Estado deveriam estar inseridos na implantação do CimSamu. “A intenção era de que todos esses municípios estivessem engajados, mas infelizmente alguns ainda não aderiram”, disse o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, que deve ser o primeiro presidente do CimSamu, já que é em seu município que ficará a Central de Regulação do novo Consórcio. Para Rangel, apesar de 21 Prefeituras terem aderido até o momento, “é hora de bater o martelo e iniciar efetivamente o trabalho para a implantação do Consórcio”.

Para os gestores que já assinaram o Protocolo de Intenções, a adesão de todos será questão de tempo, já que o Ministério Público acenou que fará questionamentos aos municípios que não contarem com o Serviço de Urgência e Emergência, já que o Samu muda toda a configuração do sistema de saúde, dando mais agilidade e otimizando. “Na questão de saúde, o município só é a porta de entrada. Não é o destino do paciente”, explica Jaime Menegoto Nogueira, que está a frente da proposta e implantação do CimSamu, destacando que a central de regulação já encaminha esses pacientes para as referências, aonde seus problemas podem ser resolvidos.

Com a configuração da adesão de 21 municípios, a proposta, conforme Nogueira, é de que o CimSamu funcione com 18 Unidades Básicas e 6 Unidades Avançadas de Saúde, além da Central de Regulação em Ponta Grossa. Desta maneira, o custo total mensal para a implantação do Consórcio seria de R$ 1,8 Milhão, considerando uma população de 838 mil habitantes. Somente os valores de manutenção e administração do Consórcio são computados, pois as ambulâncias são cedidas pelo Ministério da Saúde. Após habilitação e qualificação junto ao Ministério – etapas que só podem ser pedidas após funcionamento, os valores tendem a cair. “Importante ressaltar que o Consórcio ainda gera empregos para a região”, destaca o presidente da AMCG e prefeito de Jaguariaíva, José Slobodá, enumerando 420.

CimSaúde

Com mudança em sua diretoria executiva, o Consórcio Intermunicipal de Saúde dos Campos Gerais (CimSaúde) realizou no encontro desta sexta-feira uma prestação de contas aos gestores da região. “Saio com muito orgulho e com uma avaliação do Comsus (Programa Estadual de Apoio aos Consórcios) que estamos em primeiro lugar entre os Consórcios do Paraná”, exulta a diretora executiva, Konstance Johnsson Kremer, que passa seu cargo para Pâmella Costa, que até então atuava como secretária de saúde em Carambeí.