Associação dos Municípios dos Campos Gerais

AMCG Esporte AMCG Campos Gerais AMCG Cultura AMCG Damas AMCG Meio Ambiente
Buscar

Projeto de Mapeamento Turístico

1. INTRODUÇÃO

Os Campos Gerais está localizado no Segundo Planalto Paranaense encontra-se delimitada entre a Escarpa Devoniana e a Serra Geral. Esta região é bastante diversificada, tendo destaque em diversos setores da economia. O turismo mesmo sendo uma atividade recente também esta em pleno desenvolvimento, porém, precisa ainda ser planejado de forma que haja mais resultados para esta região, sendo assim a AMCG deve mapear todos os seus municípios para analisar de forma geral os aspectos turísticos de cada um e o seu grau de desenvolvimento neste setor. Através deste mapeamento também será possível avaliar as dificuldades de cada município neste setor e criar projetos para o desenvolvimento dos mesmos.
A preocupação em mapear a região surge também como um Plano Estratégico de Desenvolvimento Turístico sustentável, pois contempla estratégias de conhecimento e práticas para tomadas de decisão às esferas administrativas, facilitando a articulação de dados.
A necessidade de correlação do mapeamento para o planejamento turístico destaca-se pelo suporte que eles oferecem ao monitoramento em nível de planos integrados e execução de projetos.

2. OBJETIVO

Mapear os atrativos turísticos dos municípios dos Campos Gerais, com o intuito de fortalecer o desenvolvimento deste setor na região, pois muitos municípios têm o potencial, mais ainda não possuem o produto turístico. Sendo assim a AMCG pretende assessorar os seus associados para que estes desenvolvam os seus atrativos de forma sustentável e que possam criar um produto a ser comercializado.

3. METODOLOGIA

A metodologia do projeto prevê seu desenvolvimento em quatro etapas: a primeira dedicada a visita aos municípios associados para observar se existe potencial turístico para ser explorado; a segunda etapa análise do grau de desenvolvimento turísticos dos municípios; a terceira etapa, de caracterização de roteiros integrados entre os municípios conforme o tipo de turismo existente neles; e a quarta etapa, apresentação dos resultados, conclusão e recomendações.
O elemento central do método utilizado no mapeamento são as visitas técnicas com observações in loco e registro fotográfico das edificações públicas e privadas, atrativos turísticos culturais, rurais e outros, além do mobiliário urbano, sinalização e transporte.
Trabalhar com uma equipe que tenha conhecimento prévio de assuntos ligados ao turismo, conhecedora dos principais produtos turísticos da cidade é uma tática a ser considerada.
Depois de coletado os dados e ser visitados os pontos turísticos dos municípios será possível avaliar seu desenvolvimento no setor e assim definir junto às esferas políticas e privadas quais iniciativas deverão ser tomadas para desenvolver o turismo de maneira que seu potencial turístico possa virar um produto de comercialização.

4. CONCLUSÃO

A quantidade e qualidade das informações coletadas neste mapeamento devem demonstrar a situação real do desenvolvimento do setor turístico na região dos Campos Gerais. Além disso, é percebida a necessidade de se ter um banco de dados atualizados para serem utilizados pelos agentes que visam o seu desenvolvimento. A informatização dos dados é algo tão presente que se tornam indispensáveis no processo, pois o seu uso adequado pode trazer benefícios, tanto na esfera técnica, quanto na política.
Através das informações levantadas será possui criar rotas de integração entre os municípios assim gerando mais demanda turística para esta região.